A Catarina Matos da Mind the Trash, a primeira loja online de desperdício zero em Portugal, dispensa apresentações quando o assunto é sustentabilidade.

Ela criou esta loja depois de um período de vida em Londres, quando não encontrou por cá os produtos que se tinha habituado a usar. E depois de uma página de Instagram, onde partilhava o seu próprio percurso rumo a uma vida mais sustentável, resolveu apostar tudo na Mind the Trash. Hoje esta loja online é uma referência, que nunca perdeu o seu conceito original – sensibilizar para a necessidade de reduzir o nosso desperdício e optar por produtos mais conscientes.

A Catarina foi uma das inspirações que nos levou a criar a reCloset.

E, por isso, foi uma alegria ter aceite o nosso convite, com o seu testemunho “Eu uso moda second hand”.

Obrigada Catarina!

Já pararam para pensar sobre o impacto da indústria da moda? Eu já. Sempre fui pessoa de questionar o que me rodeia, como nasce, como se fabrica, onde, entres muitas outras questões. A indústria da moda, não foi excepção às minhas questões. Cedo também percebi que preciso de pouco para viver. Não preciso de ter sempre as peças da moda e adquirir roupa todos os anos.

Felizmente nunca fui consumista e é raro adquirir roupa. A grande maioria das peças que tenho eram da minha mãe ou irmã, outras de quando era mais nova (sim ainda estão boas e ainda me servem), outras de mercados de trocas ou lojas de roupa em segunda mão.

Comprar fast fashion já não me diz nada há alguns anos e a escolha por peças em segunda mão tem sido a minha opção.

Hoje em dia, grávida, decidi seguir a mesma filosofia tendo adquirido também roupa de grávida em segunda mão apesar de familiares me terem desencorajado. Comentários como: ” que horror, vai ter borboto”, “já vai parecer velho”, “vais andar toda rota”, tentaram dissuadir-me da escolha contudo, depois de o fazer, só recebi elogios pois ninguém nota que já foram usadas.

Espero que sejamos cada vez mais a usar roupa em segunda mão, que sejamos cada vez mais a aprender a reparar as nossas roupas ao invés de as descartarmos quando têm um rasgo. Espero que sejamos cada vez mais a viver em harmonia com nós próprios e com o que nos rodeia.

Reutiliza o que já existe, certamente irás surpreender-te.

Catarina Matos, Mind the Trash

A Catarina está a usar nesta imagem:

  • Calças para grávida da loja de roupa de grávida em segunda mão Mom-To-Mom
  • Capa de algodão da minha mãe que mo emprestou para a gravidez
  • Camisa interior já de há uns 10 anos
  • Mala com mais de 20 anos que era da minha mãe
  • Sapatos da Natural World, em algodão orgânico

Jeans – #6 Dos pés à cabeça

É possivelmente a peça que mais ideias de reutilização tem! Com um tecido bem resistente, o limite é mesmo a imaginação. Para quem não quer imaginar, deixamos várias ideias. Na galeria: Forrar cadeirões (Legend Blues) Bolsa para sofá (Pinterest) Colar (Jeanistic)...

Collants – #5 Dos pés à cabeça

Nunca pensámos que houvesse tantas ideias para reutilizar as mais variadas peças de roupa. Realmente só é preciso ter vontade de procurar, porque já alguém teve uma ideia excelente de reutilização. E as de collants são um ótimo exemplo, dão para tudo e mais alguma...

Fomos ao Festival Umundu

Foi o nosso primeiro mercado e logo num sítio tão bonito - o jardim do Príncipe Real, em Lisboa. Estamos estafadas e contentes por termos levado a reCloset para junto das pessoas. E pela oportunidade de conhecer outros projetos incríveis. O Umundu é o Festival...

Meias – #4 Dos pés à cabeça

As nossas dicas de reutilização começam a subir pelo corpo acima 😊 Hoje falamos de meias! E há tantas ideias para reutilizar meias velhas... Mas antes, podemos coser os buracos! Na galeria: Cobertura para caneca (mommypotamus) Boneco planta (communityplaythings)...

Nova Coleção (im)Perfeitos

A Coleção (im)Perfeitos nasce da vontade de querer dar nova vida a todas as peças que nos chegam. Mesmo às que não estão perfeitas. Às que têm um pequeno fio puxado, que lhes falta um botão ou mola ou têm uma bainha descosida. Todas as semanas nos chegam peças de...

Botas – #3 Dos pés à cabeça

Voltamos às ideias de reutilização, quando as peças já não estão a dar. Hoje falamos de botas e encontrámos ideias bem giras! E uma delas até é útil para a natureza em nosso redor. Na galeria: Decoração de porta com flores (Home Talk) Suporte para guarda-chuvas (Home...

Sapatos de salto – #2 Dos pés à cabeça

Hoje damos ideias para reutilizar sapatos de salto alto, que já deram o que tinham a dar. E se houver sapatos que fazem doer os pés, e não são usados há anos, porque não dar-lhes outro uso? Na galeria: Suporte para livros (Constantly Fashionistic) Vaso para cato...

O que é slow fashion?

O conceito de slow fashion está muitas vezes associado a peças de marcas sustentáveis. Mas na verdade o conceito é bem mais abrangente, e a ideia é abrandar todas as fases do sistema da moda. Desde o design e conceção da peça, até ao seu descarte. Deixamos algumas...

Chinelos de praia – #1 Dos pés à cabeça

Inauguramos a nossa rubrica Dos pés à cabeça com chinelos de praia. A nossa intenção com esta rubrica é dar algumas ideias de reutilização de peças que já não cumprem a sua função principal. E que não estão em condições de vender, trocar ou até dar. Tudo para reduzir...

De herdar, a querer tudo novo e voltar às origens

A Patricia é a mente criativa por detrás do projeto Reutilizar a mente, que procura dar muitas ideias de reutilização dos mais variados objetos. E fá-lo de uma forma muito genuína, com vídeos descomplicados e bem divertidos. Assume-se como amante de música e de...
%d bloggers like this: