Para quem anda atento às questões da sustentabilidade na moda, já se deparou de certeza com a frase

A indústria da moda é a segunda mais poluente do Mundo, a seguir à petrolífera.

Na realidade, esta frase está em imensos sites, blogs e imagens de Instagram, sendo replicada numa série de línguas.

Mas será verdade ou mito?

Confesso que esta frase sempre me fez alguma confusão, por haver indústrias que, à partida, parecem ser mais poluentes. Mas houve um dia em que fiquei mesmo a pensar nisto, quando uma ambientalista portuguesa disse que não era verdade, numa live de Instagram. O tema não era esse, e portanto não houve desenvolvimento, mas essa frase ficou comigo. E resolvi ir investigar o assunto.

Quando estas verdades se perpetuam, é difícil distinguir os factos do mito.

Por isso, mergulhámos na internet e procurámos fontes que nos parecem fidedignas*. E atenção, há muitos artigos que indicam claramente que isso é verdade. Mas houve jornalistas reconhecidos que se debruçaram sobre este assunto, e chegaram a conclusões diferentes.

A verdade por detrás dos factos

A indústria da moda tem um impacte ambiental enorme, que decorre de várias indústrias, como:

  • a agrícola, através nomeadamente do cultivo de algodão, responsável por gastos massivos de água
  • a química, com os tingimentos de tecidos
  • a petrolífera, com o plástico que é produzido para diversos materiais usados na roupa
  • a dos transportes, com volumes enormes de materiais a serem transportados de continente em continente, para produzir as peças em várias localizações no Mundo. E enviá-las quando prontas para os países onde vendem

A questão que se coloca é, qual a fatia, de cada uma destas indústrias, pela qual a da moda é responsável?

De facto, o algodão é usado na moda, sim. Mas também nos atoalhados ou estofos de móveis. Tal como as tintas, que tingem os tecidos usados em todo o tipo de atividades. E nem é preciso falar no plástico e nas suas múltiplas utilizações, além da roupa. E, só para dar estes exemplos, os transportes, que são usados por todas as indústrias.

Seria necessário perceber qual fatia que a moda tem em cada uma das indústrias com a qual opera. E essa é, como se costuma dizer, a pergunta que vale um milhão de dólares. E para a qual, aparentemente, ninguém tem ainda resposta.

E porque é que isto é importante?

Não há dúvida que a indústria da moda tem um impacte enorme no ambiente. Isto acontece por causa da escolha de materiais para matérias-primas, pelos processos envolvidos, pela deslocalização das fábricas, pelo descarte. E só estamos a falar do impacte ambiental, pois as questões éticas de trabalho dariam um artigo completo.

Mas, também acontece pelo elevadíssimo volume que é produzido.

Na verdade, não são precisas tantas roupas para vestir a população mundial. E mesmo que quiséssemos ter mais do que realmente precisamos, pois a moda também faz cumprir o nosso desejo de afirmação pessoal, certamente seria possível encontrar um ponto de equilíbrio bastante abaixo do volume atual.

Tendo a moda um impacto ambiental tão grande, e sendo preciso fazer mudanças profundas, então é preciso perceber qual é o impacte real primeiro. Sem o saber, como é possível fixar metas? Ter uma estratégia? Medir as melhorias implementadas?

E afinal, a célebre citação vem de onde? E pode ou não ser confirmada?

Esta citação terá sido incluída num relatório da Danish Fashion Institute que, entretanto, foi retirada pelos seus autores. Segundo Jason Kibbey, CEO of the Sustainable Apparel Coalition, foi incluída de forma acidental num comunicado de imprensa.

Talvez alguém tivesse achado que daria um bom argumento para chamar a atenção para o problema. E o facto é que pegou.
Não sabendo qual a posição da indústria da moda no ranking dos mais poluentes, seria necessário dizer que é uma das mais poluentes. Se é menos sexy? Sim. Se iria gerar menos partilhas? Possivelmente.

Mas se não se for mais sério no problema que a indústria da moda representa, dificilmente teremos soluções que tenham real impacte. E é disso mesmo que todos precisamos.

 

A indústria da moda é a segunda mais poluente do Mundo – Mito ou realidade?

Para quem anda atento às questões da sustentabilidade na moda, já se deparou de certeza com a frase A indústria da moda é a segunda mais poluente do Mundo, a seguir à petrolífera. Na realidade, esta frase está em imensos sites, blogs e imagens de Instagram, sendo...

As transparências não precisam ser intimidantes!

As blusas transparentes são versáteis, tal como pede o Eco Style, elegantes e sofisticadas. Fáceis de combinar, tanto podem ser usadas no dia a dia como numa saída à noite que exija uma produção mais requintada. Apesar disso, há quem tenha receio de as usar. Como...

Quais as certificações de sustentabilidade que já existem

Sabemos que a sustentabilidade vende, já ninguém tem dúvidas disso. No entanto, já não é suficiente que uma marca, ou loja, venda um saco reutilizável, para se impor como sustentável. Os consumidores estão mais exigentes, informados e querem saber em que tipo de...

A roupa de família da Ana

A Ana Pereira é amiga de uma amiga. Nem nos conhecemos pessoalmente, mas já falámos por videochamada e está prometido um café para dar 2 dedos de conversa. Ela é produtora de conteúdos na área da sustentabilidade e a roupa em segunda mão faz parte da sua dinâmica...

Tingir os tecidos que perderam a cor – Dica#16

Começamos a semana com dicas para cuidar bem da nossa roupa. Hoje trazemos a dica #16! Tingir os tecidos que perderam a cor É uma ótima forma de recuperar peças de roupa que ainda estão ótimas, mas a cor já está comprometida. Isto acontece especialmente com o preto,...

Arrumar bem a roupa faz a diferença – Dica#15

Começamos a semana com dicas para cuidar bem da nossa roupa. Hoje trazemos a dica #15! Arrumar bem a roupa é uma ótima forma de a manter mais bonita. Mas como fazê-lo? Deixamos algumas ideias: Camisolas sempre em gavetas ou prateleiras Se forem penduradas, e quanto...

O que realmente importa na indústria da moda?

Gosto muito de navegar no site Treehugger. É possível encontrar por lá artigos de opinião, notícias, inovações, ações que estão a ser levadas a cabo, estatísticas, dicas de como ter uma vida mais sustentável. Enfim, muitos temas que interessam a quem procura, de forma...

Usar bem a máquina de secar – Dica#14

Hoje trazemos a nossa Dica #14 para cuidarmos da nossa roupa para durar mais tempo. E esta dica é mesmo condizente com o tempo de chuva e humidade que se faz sentir. Usa bem a tua máquina de secar. Com este tempo, muitas vezes recorremos à máquina de secar, que é a...

A segunda mão como primeira opção

Já há uns anos que, tanto eu, como a minha cara metade, fazemos compras em 2ª mão. No início, começámos com tudo o que eram bens que tivessem pouca utilização, ou que fossem muito caros. Com o tempo, fomos migrando este comportamento para basicamente tudo o que...

O casaco leopardo que passou de Mãe para filha

A Lila é nossa parceira na rubrica Eco Style, onde partilha stylings com peças que temos na nossa loja. No fundo, faz as nossas peças ganharem mais vida! Através da Breathing Style, a Lila faz consultoria de imagem a mulheres, procurando ajudá-las a encontrar o seu...
%d bloggers like this: